Você sabe qual é a melhor água para a saúde do seu pet?

Felizmente estamos cada vez mais atentos à saúde dos nossos amiguinhos pets. Atualmente, existe uma grande preocupação sobre a qualidade dos alimentos, rações,  cuidados com o pelo, dentes, quantidade de água que ele deve tomar durante o dia, entre outros fatores. Em relação a água, além da quantidade, é importante saber sobre qual é recomendada: água de torneira, filtrada ou mineral? Segundo a nossa veterinária Flávia Engles, mesmo que o controle de qualidade da água seja requisito obrigatório aos órgãos de distribuição, a água de torneira não é apropriada para o consumo dos Pets. Isso acontece porque no percurso até a residência, a água está sujeita a sofrer várias contaminações, desde as unidades de tratamento, tubulações, até as caixas d’agua. Dentre os principais contaminantes estão os microrganismos, mais precisamente as bactérias, vírus e protozoários. Mesmo com a adição do cloro e flúor, alguns protozoários resistem e se proliferam na água, como é o caso da Giardia Lambia, afetandocães, gatos e humanos, e causando diarreias, má absorção dos nutrientes, cólicas e emagrecimento crônico. Em relação a água mineral, por maior que seja a garantia de qualidade em comparação a água de torneira, ela também não é indicada para a hidratação dos animais. Como a maioria vem acondicionada em recipientes plásticos, a água pode ser contaminada com substâncias tóxicas liberadas pelas próprias embalagens, como o ftalato, composto associado a várias doenças como câncer e distúrbios endócrinos. Mesmo com a enorme variedade e tipos, a maioria dos filtros, além de filtrar sujidades, também livram a água de alguns microrganismos, incluindo a Giardia Lamblia, além de não conter os provenientes vindos das embalagens plásticas. O filtro realiza a retirada dos excessos de algumas substancias presentes na água de torneira e filtra bactérias e protozoários, garantindo melhor qualidade. Vale ressaltar a necessidade de higienizar com frequência a caixa d’agua da residência, pois também influencia diretamente na existência de bactérias e sujidades que o filtro muitas vezes não consegue eliminar. Em suma, a melhor opção é de fato a água filtrada. O segredo de uma água boa para a saúde do seu Pet está na junção de três fatores: caixa d´água limpa, filtro de boa qualidade e trocas periódicas da água presente na vasilha do Pet que, de preferência, não deve ser de plástico.